top of page
  • Foto do escritorJean Caetano

Especialista faz bate-papo sobre UX Research com acadêmicos de Produção Multimídia

Atualizado: 23 de mai.

Por Eduarda Machado


No dia 25 de março de 2024, acadêmicos da terceira fase do curso de Produção Multimídia tiveram a oportunidade de conhecer sobre a experiência na área de UX Research, com o professor e designer Airton Jordani. O bate-papo foi mediado pela professora Claudia Crepaldi e ocorreu via Google Meet, durante a aula da disciplina Web Design.


Airton Jordani é um professor de Análise e Desenvolvimento de Sistemas da Faculdade CESUSC em Florianópolis. Trabalha como UX Researcher na Rede D’Or São Luiz, que é basicamente uma das maiores redes de cuidados integrados de saúde do Brasil, fazendo parte da equipe de experiência do usuário. É também Diretor da Associação dos Designers Gráficos - ADG Brasil, que é a associação mais antiga de design do Brasil, fundada em 1989.


UX Research


Nesse bate-papo ele explicou sobre o que é UX Research que nada mais é que uma pesquisa, uma reunião de operações ou atividades que pretende descobrir novos conhecimentos em vários domínios, principalmente no âmbito científico. É o processo sistemático de investigação, coleta, análise e interpretação de informações ou dados com o objetivo de adquirir conhecimento, responder a perguntas específicas, resolver problemas ou contribuir para a compreensão de fenômenos ou questões. Jordani ressaltando a frase de três autores:


“O caminho da pesquisa nem sempre é fácil, mas é o caminho mais curto para criar produtos que atendam às reais necessidades do seu público-alvo.” Henriques, Pilar & Ignácio, 2022.


O professor explicou sobre a pesquisa de experiência, comentando que o usuário sempre tem dois lados, por exemplo: ele pode amar ou odiar, simplificar ou complicar, aproximar ou afastar negócios dos clientes. E é aí que a pesquisa entra, trazendo o usuário para perto desde o momento da criação do produto, para ter certeza que este será aderente ao que o cliente pediu.


Durante o bate-papo, Jordani usa várias citações do livro, “UX Research com sotaque brasileiro”, que fala sobre como fazer pesquisas com usuários no Brasil sem apegos acadêmicos ou erros do mercado. E assim, já recomenda a leitura para os alunos.


Livro sobre UX Research, de onde ele traz as citações durante o bate-papo.
Figura 01: Livro sobre UX Research, de onde ele traz as citações durante o bate-papo.

Na experiência do usuário, principalmente para produtos digitais, ele destaca para a turma os quatro grandes fatores: Fundamentos, Preparação, Métodos fundamentais e Resultados.


Airton Jordani mostrando os principais fatores
Figura 02: Airton Jordani mostrando os principais fatores

Ele fala sobre:


Fundamentos:

  • Tipos de conhecimentos

  • Dado, Informação, Conhecimento, Sabedoria

  • Quali x Quanti

  • Pesquisa de experiência centrada no usuário

  • Desenvolvedor não é usuário


Preparação:

  • Plano de pesquisa em 5 etapas

  • Coleta de Dados


Métodos fundamentais:

  • Desk research

  • Entrevistas individuais ou em profundidade

  • Entrevistas em grupo

  • Etnografia

  • Observação

  • Pesquisa contextual

  • Teste de usabilidade


Resultados:

  • Síntese e análise dos dados

  • Agrupar e categorizar dados

  • Relatório final de pesquisas formais de UX

  • Entregáveis

  • Personas, cenários, jornadas e fluxogramas


Atuação Profissional

Ao final da conversa, ele falou sobre sua atuação profissional, mostrando como funciona todo o site da Rede D’Or, empresa em que ele trabalha, passando pelas páginas de Agendamento online de consultas e exames, Blog Tua Saúde, D’Or + Saúde. Jordani explicou que o setor de UX é recente na empresa e há uma equipe formada por 12 designers de interface e ele sendo o único pesquisador.



Professor mostrando a Copa D'Or Hospital, que fica no Rio de Janeiro.
Figura 03: Copa D'Or Hospital, que fica no Rio de Janeiro.

Pesquisa Acadêmica

Ele também conta um pouco sobre as primeiras pesquisas. A primeira foi em 1998 e em 2019 fez o Doutorado - Intertextualidade como proposta para o ensino da arte. A pesquisa era uma visão da linguagem visual, para tentar ajudar os professores e alunos sobre a visualidade.


E por último ele cita a frase que aparece no Google Acadêmico, que está escrito “sobre os ombros do gigante’’ .


Imagem do slide do professor onde mostra a frase.
Figura 04: Imagem do slide do professor onde mostra a frase.

Jordani conta que essa expressão está em uma das cartas de Isaac Newton, na qual o cientista afirmava: “se vi mais longe foi por estar de pé sobre os ombros de gigantes”. Reconhecendo a importância do trabalho de pesquisa.

10 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentários

Avaliado com 0 de 5 estrelas.
Ainda sem avaliações

Adicione uma avaliação
bottom of page