top of page
  • Foto do escritorAgência Multimídia Experimental Unidavi

Grande Informações sobre Design

Detalhes relevantes sobre o Design e sua história ao longo da história humana

Por: Leonardo Batista

Publicado em: 07/02/2022 às 11h




O design (desenho industrial/projetismo ou projética) trata-se da idealização, criação, desenvolvimento, configuração, concepção, elaboração e especificação de produtos. Estes, são comumente produzidos de forma industrial ou por meio de sistemas de produção em série, que demandam a padronização dos componentes e desenho normalizado. Trata-se de uma atividade estratégica, técnica e criativa, normalmente orientada por uma intenção ou objetivo, ou para a solução de um problema.


Pré-História e Antiguidade


O período pré-histórico foi de grande importância no desenvolvimento das várias formas da comunicação visual.

Nele, surgiram os primeiros elementos de design, através de pinturas rupestres, composições com pigmentos, uso de materiais rústicos para esculturas e abrigos fabricados com fibras de origem vegetal - como monumentos de pedras de escalas colossais.


Na chegada da Antiguidade, os povos egípcios se encontram entre as primeiras civilizações a utilizar elementos de design.

Na arquitetura das pirâmides, em pinturas que imitavam os movimentos dos corpos, esculturas em ouro, móveis com formas rígidas e uso de linhas geométricas.


O Design no Mundo Moderno


O termo Design Moderno teve origem derivada da prática e ideologia de design, os quais traçam suas origens ao século XIX - além de ser o estilo característico de design da primeira metade do século XX.


Ao final do século XIX, como resultado do desenvolvimento de novas tecnologias industriais, especialmente na Grã-Bretanha, criou-se a necessidade de se formar uma divisão clara e bem definida entre o artista plástico e o designer.


Com as inúmeras mudanças causadas na forma de produção durante a Revolução Industrial, cada vez mais se fez necessário a existência de alguém responsável pela concepção dos objetos industriais. Essa figura seria conhecida como o designer e, mais tarde, designer de produto.


A diferenciação para o trabalho de design entre o responsável pelo projeto na indústria e o trabalho de artesão, com uma tradição antiga, torna-se evidente.

O que resultou em uma mudança de paradigma na produção, a qual foi tão contrastante que, até hoje, há grandes desavenças sobre se considerar um artesão alguma forma de designer.


O Design Pós-Moderno


O movimento conhecido como Pós-Modernidade do design gráfico (também chamado de Design Gráfico Contemporâneo) é a condição sociocultural e estética resultantes do capitalismo pós-industrial.


Teóricos e acadêmicos entendem diferentes formas de concepções sobre o termo, especialmente ao se definir o início do processo. Porém, há aqueles que consideram que o pós-moderno começaria apenas por volta da metade do século XX, um marco inicial sendo os anos de 1960 e 1970.


Uma das grandes características relacionadas ao design gráfico pós-moderno é o surgimento de novas mídias e ideologias.

Um momento de grande importância histórica, onde os padrões da modernidade e racionalismo quando aplicados no design, passaram a ser relativizados.

Os quais não foram inteiramente abandonados, apenas tornaram-se contestados em grande escala, assim como livremente reformulados.


8 visualizações0 comentário

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page