top of page
  • Foto do escritorVitor Lima

Design Gráfico e Digital

Entenda a pequena, porém existente diferença entre os termos.

Capa do post sobre Design Gráfico e Digital

No mercado das artes, ambos os termos andam crescendo bastante, e estão cada vez mais presentes em nossas vidas. Mas afinal de contas, tem alguma diferença? Design Gráfico, Design Digital… No fim, não é tudo Design?


Sim, e sim.


Design Gráfico e Design Digital são ambos ramos do Design, e possuem diversas semelhanças entre seus desenvolvimentos. As diferenças estão nas metodologias as quais se aplicam, como explicaremos a seguir.


Primeiro, vamos falar sobre o mais antigo consolidado: o Design Gráfico.

Design Gráfico

Elementos de design gráfico

O Design Gráfico é um ramo bem mais antigo e conhecido do mercado. Sempre esteve em atuação com o progresso da propaganda. Por isso, é muito ativo com os meios mais tradicionais de mídia visual. Panfletos, flyers, embalagens, anúncios, campanhas, revistas, logotipos, outdoors, etc..


O profissional de Design Gráfico está interligado com a necessidade da produção física dos materiais. Isto, por conta da força que o meio ainda possui.


Porém, com o avanço tecnológico, o digital predomina nas maiores redes de marketing. Profissionais de Design Gráfico podem, também, serem aptos para agir nessa área, mesmo que não seja sua principal atuação. É o tipo de formação de profissional chamada de “perfil T-shaped”, muito valorizada, que explicaremos mais abaixo.

Pessoas discutindo e anotando

Onde atua um profissional do Design Gráfico?

O dia a dia de um profissional pode variar com a sua atuação. Um CLT atua sobre o emprego de uma empresa/agência, e um Freelancer realiza seus trabalhos/serviços de forma autônoma. O padrão é serem envolvidos na criação das artes de comunicação físico-visual. Ou, na construção de layouts – revistas, catálogos ou até mesmo interfaces digitais.

Quanto ganha um Designer Gráfico?

Um profissional empregado, em média, ganha R$2.005,00 reais. Um profissional Freelancer, em média, ganha R$1.891,00 reais. Com variação de piso e teto salarial entre R$1.272,00 e R$3.113,00, respectivamente.

Dados obtidos através do site Vagas.

Design Digital

Ferramentas de um designer

Como uma adaptação às tecnologias e necessidades, o Design Digital tomou grande força no mercado. Atualmente, é um cargo que está bem acomodado e bastante requisitado. Seus serviços envolvem o engajamento com empresas, promoções de eventos e setores de comunicação. Postagens em redes sociais, banners, layouts de sites ou aplicativos, criação de ícones, logomarcas, identidades visuais e etc..


A construção do serviço está associada ao digital. É o principal meio de comunicação atual, levando em conta os sites e nossas redes sociais.. Porém, muitos profissionais podem possuir certas habilidades com especificações do Design Gráfico, por terem migrado de lá para cá. Ou, por consideração com a necessidade, que ainda é bem presente.

Um wireframe de UI

Onde atua um profissional do Design Digital?

As profissionalizações de um Designer Digital estão amplamente relacionadas com as empresas ou servidores do mercado. Portanto, passam seus dias formulando posts, logos, layouts e outros já citados. A presença entre empresas é designada para grandes portes. Em suma, o Freelancer costuma ser mais comum ao mercado menor e mais rotineiro. Quando formalizado, é serviço constante, em função das necessidades da empresa. Quando em Freelancer, os ganhos e horários de serviço dependem da disponibilidade e vontade autônoma do Designer. Ambos os tipos podem ser presenciais ou em home office, apesar de Freelancer ter muita predominância do home office.

Quanto ganha um Designer Digital?

Um profissional empregado, em média, ganha R$2.360,00 reais. Com uma variação de piso e teto salarial em R$1.636,00 e R$3.542,00, respectivamente. Infelizmente, o termo Designer Digital não é popular entre os meios de freelancing. Porém, o costume de cobrança é de R$30,00-180,00 por hora, a depender do seu nível de experiência e habilidade.

Dados obtidos através do site Vagas, e de algumas pesquisas do site freelancer.com.br.

Digital x Físico

A principal distinção de serviço entre o Designer Gráfico e o Digital, é a metodologia de aplicação. Um trabalha com o meio mais físico e presente no ambiente material. O outro, com o meio digital presente na internet. Ambos os pontos têm suas vantagens e desvantagens, tanto em alcance distinto de públicos, quanto em gastos. Um outdoor é ótimo para chamar a atenção para uma empresa local. Reforça a ideia de poder e presença regional. Pessoas com menos interações digitais podem facilmente entender e se apegar ao produto ofertado. Contudo, seu alcance é limitado ao lugar. E, existem gastos com gráfica, aluguel e manutenção do item perante as condições de chuva, vento e ocasionais problemas.

Ou então, um perfil nas redes sociais de uma empresa, com stories, posts e até loja virtual vinculada. Seus únicos gastos seriam internet e dispositivo, que praticamente quase todo mundo tem nos dias de hoje, nos ambientes urbanos. É, praticamente, grátis, e não possui tantos riscos ou condições adversas. Porém, o meio é muito utilizado, e as pessoas não irão encontrar seu perfil e posts apenas por existirem. Há a necessidade da constante renovação e expansão do conteúdo. Gastar com anúncios de alcance do Instagram, por exemplo. O investimento de tempo, recurso e inovações de alcance é grande.

Perfil T-Shaped

Uma pessoa de perfil T-Shaped é um conceito muito simples de ser compreendido. Tal profissional possui uma especialização principal, e duas secundárias. Mesmo que seja simples, esse recurso é muito requisitado no mercado. E, é um grande diferencial entre as contratações das empresas.

Homem tocando em tela com rede digital

Um Designer, seja gráfico ou digital, pode possuir outras habilidades em sua gama. Assim, pode analisar situações de acordo com outras visões, com outras possibilidades. Não é incomum que um profissional do design possua habilidades digitais, mas conhecimentos sobre a área gráfica, ou vice-versa.


Um exemplo de Perfil T-Shaped, é o Produtor Multimídia. Eles possuem funções diversificadas em razão dos diversos meios de comunicação da mídia. Se tiver interesse sobre o curso de formação deste profissional, acesse aqui. Curtiu? Acompanha a gente no Behance também! Vitor Diego de Lima Vitória Odorizzi

61 visualizações1 comentário

1 Comment

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
Vitória Odorizzi
Vitória Odorizzi
Jul 29, 2023
Rated 5 out of 5 stars.

🫶🏻🫶🏻🫶🏻🫶🏻 mais um trabalho massa com a minha duplinha!!!

Like
bottom of page